Por que não ficar sabendo de tudo sobre esse destino tão lindo e maravilhoso que é Cancún? Pensando nisso nós, da Minds Travel, montamos esse artigo para responder todas as suas dúvidas sobre Cancún. Então vamos lá:

  • POR QUE IR A CANCÚN?

Cancún é um ótimo destino de férias por inúmeros motivos: tem praias e paisagens paradisíacas, não fica tão longe do Brasil, oferece infra-estrutura completa com ótimas ofertas de hotéis, restaurantes e baladas, e vive sempre animada e cheia de gente, afinal é uma cidade que respira turismo em todas suas formas.

  • QUANTOS DIAS FICAR?

Cancún é um ótimo destino para quem quer, ou só pode, tirar uma semana de férias, pois 7 ou 8 dias é o tempo ideal para fazer os passeios, relaxar na praia e conhecer a região.

  •  QUAIS OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA VISITAR CANCÚN?

Não há necessidade de visto para entrar no México. Basta ter um passaporte com, pelo menos, seis meses de validade, APÓS a data de retorno para o Brasil.

É muito importante na chegada ao País, ter em mãos os bilhetes aéreos de ida e volta, o voucher do hotel onde ficará hospedado em Cancún, SEGURO VIAGEM, comprovante de capacidade financeira para custear seus gastos no país durante sua permanência (cartões de crédito ou dinheiro em espécie) pois eles podem verificar se você terá capacidade financeira de ficar no País. Pode acontecer, deles não pedirem nada!

  • PRECISO DE ALGUMA VACINA PARA ENTRAR NO MÉXICO?

O México não exige qualquer vacina de brasileiros, mas é importante verificar se no voo escolhido haverá conexões em outros países que exijam vacinas.

  • QUAL MOEDA LEVAR?

O peso mexicano é a moeda oficial do país, mas o dólar norte-americano é aceito em grande parte de lojas, restaurantes e estabelecimentos em Cancún. A dica é deixar para trocar os pesos já em solo mexicano, pois o Brasil não possui boa cotação para que o dinheiro seja trocado por aqui.

Há diversas casas de câmbio em Cancún. O dólar é importante levar pois nas conexões nos aeroporto será muito mais fácil de comprar algo.

Existe, também a possibilidade de sacar pesos mexicanos direto dos caixas eletrônicos. É importante, no momento da viagem, estar atento ao mercado financeiro e ver a melhor opção para evitar perder dinheiro nessas conversões.

  • QUAL A MELHOR ÉPOCA DO ANO PARA IR A CANCÚN?

O calor é constante na região e dias ensolarados também são frequentes. Entre agosto e novembro o índice de chuvas e tempestades é maior. Entre os meses de fevereiro a maio quase não há chuva.

Dezembro e janeiro, considerados meses de alta temporada, também costumam reservar dias intensos de sol e atrair muitos turistas. Em março, Cancún costuma receber muitos jovens devido às férias escolares dos americanos, o Spring Break. Por isso, nesse período, os locais tendem a estar mais cheios e com muitas festas.

  • CANCÚN: ONDE FICAR? ALL-INCLUSIVE VALE A PENA?

Ao escolher onde se hospedar em Cancún, esta é a primeira questão que se impõe. Tudo depende da sua programação de passeios. Se você quer fazer um passeio diferente a cada dia (Isla Mujeres, Chichén Itzá, Xcaret, Tulum, Cozumel + Playa del Carmen), tenha em mente que você vai ficar muito pouco no hotel. O all-inclusive vai ser aproveitado mesmo só à noite.

O all-inclusive faz sentido se você planejar aproveitar o hotel. Nesse caso, escolha um hotel entre: os mais luxosos (Le Blanc, Paradisus, Live Aqua), os mais descolados (ME by Meliá, Hard Rock, Secrets The Vine), com mais atividades para as crianças (Iberostar, Club Med) ou em trechos calmos da praia, se você quer entrar n’água sem receio.

  • COMO ME LOCOMOVER EM CANCÚN?

Na Zona Hoteleira de Cancún é muito fácil e prático utilizar os ônibus – eles passam constantemente nos pontos e circulam 24h por dia. Os ônibus da Zona Hoteleira são novos, tem ar condicionado e alguns possuem wi-fi, portanto são uma boa opção para ir de um lugar a outro da área turística da cidade, ao longo da Boulevard Kukulcán. Para as atrações mais distantes, como os parques aquáticos ou os sítios arqueológicos, é indicado alugar um carro para ter total conforto, ou, caso não se importe em estar sujeito aos horários de uma empresa contratar traslados com agências turísticas e empresas de passeios.

Caso utilize os táxis, negocie o valor da corrida ANTES de aceitar fazer o trajeto; ou esteja preparado para um preço incompatível ao chegar em seu destino.

  • NÃO FALO ESPANHOL, E AGORA?

Os habitantes de Cancún estão muito acostumados com turistas. Portanto, você não terá grande dificuldade em se comunicar com o famoso “portunhol”.

Além do espanhol que é a língua nativa, grande parte dos moradores também falam inglês, justamente por conta da grande atividade turística na região.

  • O QUE TEM PARA FAZER EM CANCÚN?

Em Cancún há atrativos para quem curte praias, história, gastronomia, compras, diversão e vida noturna. Sem exageros, é um destino para ir com amigos, a dois ou com a família, passar vários dias e cada dia fazer um programa diferente.

  • QUAIS PONTOS TURÍSTICOS MAIS FAMOSOS ?

Chichen-Itzá – Conhecer um pouco do legado maia. Chichén Itzá é um sítio arqueológico considerado uma das novas maravilhas do mundo e recebe milhares de turistas o ano todo. Para quem curte civilizações antigas, o passeio é simplesmente imperdível! O sítio está a cerca de 200km de Cancún e chama a atenção pela gigante pirâmide de Kukulcán, pela área onde ocorria o jogo com bola e a acústica do lugar, que é impressionante!

Tulum – O sítio arqueológico fica na beira da praia e tem diversas ruínas de construções usadas pelos maias. Nesse lugar não há pirâmides ou construções grandiosas, entretanto, é a localização estratégica que faz de Tulum um local tão especial. A cidade maia foi utilizada como porto por estar de frente ao mar

Cobá – A cerca de 170 km de Cancún está Cobá, um sítio arqueológico em ruínas, cercado pela mata. No local, o ponto mais importante de visitação é o “castillo”, em que se pode subir e que tem mais de 40 metros de altura.

Cenotes – Os cenotes são como cavernas com águas cristalinas que eram utilizadas pelos maias para alguns de seus rituais. Esses locais podem ser visitados pelos turistas e muitos deles têm lagos de águas cristalinas, com águas mornas e perfeitas para relaxar. Na região de Cancún e Playa del Carmen há diversos desses cenotes, uns maiores, outros menores.

  • QUAIS PARQUES TEM EM CANCÚN?

X-caret – É o parque mais conhecido de Cancún e se você não tiver tempo suficiente para conhecer mais de um parque, sugerimos que o visite. O lugar tem toda a estrutura para passar o dia e, parece um zoológico aberto. Ele possui enormes piscinas com peixes para fazer snorkel, aquários, piscinas para nadar com golfinhos, passeio de jangada em um rio cercado por mata, além de um show noturno que mostra um pouco da cultura mexicana. O parque ecológico é muito bonito e tem diversas atividades para serem feitas.

Xel-Há – O Xel-há é um parque totalmente integrado à natureza. O local é interessante pelas atividades que oferece, entre elas tomar banho na água doce ou salgada, fazer snorkeling, fazer mergulho com escafandro, nadar com golfinhos ou apreciar um show temático de dança, descer de tirolesa ou fazer saltos na água de pontos altos.

Xplor – É o parque aquático para quem busca um pouco de adrenalina. O local é interessante para o grupo dos aventureiros, que gostam, por exemplo, de descer em tirolesas, praticar atividades físicas, mergulhar em um cenote ou passear em sua própria jangada.

  • QUE TIPO DE PASSEIO TEM PARA FAZER EM CANCÚN?

Isla Mujeres – Próximo a Cancún está Isla Mujeres, uma ilha de pequeno porte, acessível através de barcos que saem de alguns pontos ao longo da Zona Hoteleira. A ilha é procurada por turistas que buscam uma atmosfera tranquila e querem variar de praia, podendo curtir águas calminhas e cristalinas com boa estrutura na beira do mar. A Playa Norte é um dos lugares mais badalados por lá, mas indicamos que você também faça um mergulho ao visitar a ilha, pois em Isla Mujeres há um museu subaquático (MUSA) superinteressante.

Cozumel – Conhecida como um dos melhores pontos de mergulho do mundo, Cozumel é uma ilha  de águas cristalinas e onde muitos transatlânticos fazem parada. O local tem lojinhas boas para compras e restaurantes variados, além de hotéis propícios para quem busca um ambiente menos badalado do que Cancún.

Playa del Carmen – Se Cancún é moldada para o gosto dos estadunidenses, Playa del Carmen é um destino que atrai os europeus. O local é simples, tem hotéis de pequeno e médio porte próximos da areia, além de um clima menos formal e mais relaxado. Playa tem bons restaurantes, muitas lojinhas, vida noturna animada e uma atmosfera de férias o tempo todo.

Passeios de barco – Há diversos passeios diferentes a serem feitos nas águas azuladas do mar de Cancún ou na Lagoa Nichupté, que fica no meio da Zona Hoteleira. Alguns passeios são em embarcações grandes, como o Capitain Hook, que tem tema de piratas, outros em embarcações menores. Alguns oferecem até a opção de pilotar sua própria lancha.

Atividades aquáticas – Em Cancún é possível encontrar diversas atividades aquáticas para fazer. Visitando o lugar você pode andar de caiaque, fazer snorkeling ou mergulho com cilindro, além de atividades que envolvem adrenalina, como o parasailing, windsurf ou kitesurf.

  • ONDE COMER EM CANCÚN?

Falta de bons lugares para comer não é um problema em Cancún. A cidade tem opções de alimentação variadas, que contemplam desde as grandes redes de fast-food a restaurantes exclusivos de chefs. Não é difícil encontrar um Burguer King ou Mc Donald’s por lá, assim como uma sorveteria Häagen-Dazs ou um Outback Steakhouse. Sugerimos, no entanto, que você conheça alguns dos restaurantes locais, que são muito bons e permitem conhecer melhor a culinária mexicana.

La Parrilla – Restaurante mexicano com direito a decoração típica, mariachis e uma comida deliciosa! O lugar é visitado por turistas e pessoas locais e é uma ótima opção para quem quer conhecer a cozinha mexicana e os arredores do centro de Cancún. Não deixe de provar o guacamole do lugar, é muito bom!

The Surfin Burrito – Com pratos clássicos da comida mexicana e outros pratos tradicionais nos cardápios americanos, o The Surfin Burrito é uma opção para comer bem e barato. O ambiente descolado é ideal para tomar uns drinks ou fazer uma refeição rápida durante a noite.

Natura – Se comida natural é a sua praia, o Natura é uma boa alternativa em Cancún, principalmente para fugir de frituras ou dos pratos calóricos que fazem a cabeça dos americanos. O local tem saladas, sucos, um ambiente confortável para fazer uma refeição devagar sem sentir o tempo passar.

Savio’s Bistro – Para comer em um restaurante variado e com um belo visual, nossa sugestão é o Savio’s Bistro. No restaurante encontra-se saladas, massas, carnes e peixes e além de pratos bem apresentados o diferencial do lugar é ter um ambiente agradável ao ar livre, com uma linda vista para o lagoa Nichupté.

Hard Rock Café – O Hard Rock é uma rede presente em diversas cidades pelo mundo e em Cancún mantém sua fama: oferece bons hambúrgueres e shows de rock animados. O ambiente decorado com guitarras, inúmeros carros na parede, e a réplica de um carro, é um dos diferenciais do lugar.

  • CANCÚN É BOM PARA COMPRAS?

Aqui está algumas opções para compras:

Kukulcán Plaza – Um dos melhores shoppings de Cancún é o Kulkucán Plaza. O local reúne lojas do comércio local e internacional, mas o que chama atenção mesmo é a Luxury Avenue, uma galeria refinada, com algumas das principais marcas de roupas e acessórios do mundo. O lugar é bom para comprar perfumes, maquiagem, acessórios e, quem sabe, algumas roupas.

Mercado 28 – Se você quer comprar artesanato, o Mercado 28 é a melhor opção em Cancún. O assédio dos vendedores incomoda um pouco, mas para quem quer encontrar variedade de produtos o local é espetacular e tem tudo de artesanato mexicano! Não se deixe enganar por pequenos mercados que se intitulam “Mercado 28” para enganar turistas desavisados – o Mercado 28 original é enorme!

La Isla – O La Isla é uma das opções mais procuradas para quem quer fazer compras durante a noite. O lugar tem bons restaurantes e bares, além de lojas de esporte, roupas, artesanato mexicano, lojas de departamento, eletrônicos, perfumes, etc. O shopping fica ao ar livre, tem lojas variadas, por isso nele é possível encontrar um pouco de tudo, desde grandes marcas internacionais a lojas do comércio local.

Plaza Las Americas – Para quem gosta de shoppings como os do Brasil, gigantes e com um pouco de tudo, o Plaza Las Américas é ideal. O shopping fica no centro de Cancún, por isso é mais visitado pelos moradores da cidade do que pelos turistas, e tem desde lojas locais à lojas de grifes internacionais.

  • SOU JOVEM, O QUE TEM PARA FAZER  NOITE?

A vida noturna e as frequentes festas com open bar são motivos que levam muitas pessoas a Cancún, principalmente jovens em busca de diversão e noitadas que vão até o amanhecer. As opções de bares e casas noturnas são diversas e o movimento noturno em Cancún se concentra principalmente entre os quilômetros 8 e 10.

Coco Bongo – Essa é a casa noturna que mais faz sucesso em Cancún e um dos lugares imperdíveis na cidade para quem curte vida noturna. O lugar ficou conhecido no mundo todo por causa do filme “O Máscara” e hoje em dia tem festas lotadas de gente, regadas a open bar a noite toda, com performances de artistas que fazem cover de cantores e celebridades.

Señor Frog’s – Se boate não é sua praia, mas você também não quer terminar a noite sem um agito, a boa é conhecer o Señor Frog’s. O bar, com um astral bem humorado, está em outras cidades do Caribe, é bem decorado e tem atendentes alegres, que organizam brincadeiras com os clientes durante a noite. No lugar não faltam música e enormes copos de cerveja.

Dady’O – A Dady’O é a concorrente do Coco Bongo e se destaca por estar localizada em uma caverna. Conhecida como uma das melhores casas noturnas de Cancún, a casa oferece festas temáticas, tem sempre DJ’s diferentes e ritmos variados ao longo da noite.

Carlos and Charlie’s – Para curtir um bar alegre, com cardápio variado e uma decoração supercolorida, vá ao Carlos and Charlie’s. O local é um dos points da noite em Cancún, muita gente começa a noite em um bar como esse, faz uma refeição, e depois segue para uma boate.

 

DICA IMPORTANTE:

Saindo do Aeroporto

A saída do aeroporto de Cancún pode ser um pouco confusa, por isso recomendamos que você utilize o serviço de um transfer. No lado de fora do terminal de desembarque há diversos táxis privados e coletivos, mas como o local é meio bagunçado e os taxistas ficam “disputando” os turistas, viajantes inexperientes podem ficar confusos e sem saber em quem confiar. Para ter menos dor de cabeça, é mais indicado contratar previamente o serviço de uma empresa para fazer seu deslocamento. Caso queira economizar, utilize os ônibus que vão até o centro da cidade, no Terminal ADO, e do terminal até a Zona Hoteleira.

Dicas de Segurança

Embora o México tenha fama de ser um lugar perigoso e violento, em Cancún e sua Zona Hoteleira, o cuidado com segurança é maior. Andar pela Boulevard Kukulcán durante o dia e a noite é tranquilo, não tenha medo de passear por lá sozinho ou com sua família. Indo ao centro da cidade, no entanto, redobre a atenção com suas bolsas e evite passear sozinho em locais de pouco movimento.

Assim como outras cidades, tenha cuidado com seus pertences e fique sempre de olho em sua bolsa ao dar um mergulho no mar. Nos hotéis, procure utilizar os cofres para deixar objetos de valor.